O riso livre de hoje

Estava morrendo de saudades das crianças.
Quando acordei, resolvi tomar café-da-manhã com eles: assim, sem planejamentos ou agendamentos: decidi, comuniquei e fui (nem parece eu… rs).
E depois de 2 horas de muito amasso e chamego, um lindo dia quente e azul de inverno me esperava do lado de fora. E dá-lhe energia boa!
Já perto do meio-dia, todas as rádios transmitiam o horário eleitoral. Escolhi um CD pelo simples fato de não ouvi-lo há muito tempo (anos, talvez).
E já na primeira música… ah!… me embalei e vim batucando, cantando e dançando sozinha dentro do carro.
Porque a letra me fez perceber que eu simplesmente estava feliz por nada (e por tudo): era meu reflexo em evidência nos ouvidos.

A gente (Jota Quest)

Não sei por que
Mas, às vezes, me sinto tão bem
Talvez nem perceba
Mas são coisas simples
Que me fazem respirar
E seguir em frente

Não sei por que
Mas, às vezes, me sinto tão bem
Talvez nem mereça
Quero viver outro tanto
Nunca me senti tão sonoro

Agora, como sempre, é cedo
Me sinto tão bem
Não peço licença
Pra ser feliz sem motivo
Sou feliz porque sim

E porque você respira

Não sei por que
Mas, às vezes, me sinto tão bem
Mas desta vez, com certeza
Vou usar meus minutos guardados
Eu tenho a paz de um riso livre

A gente
Se entende
Se sente
Tão bem

Letra daqui.

Anúncios
Esse post foi publicado em Citação, Diário, Música e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O riso livre de hoje

  1. Pingback: Projeto 214 – Setembro 2014 | Sobra muita falta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s